atores que viraram diretores

Filmes de atores que viraram diretores são tema da programação audiovisual do Sesc Niterói

As obras, que fazem parte da Coleção Cinema Brasileiro Contemporâneo, da Ancine, estarão em cartaz em abril

 

O Sesc Niterói exibe, em abril, uma seleção de filmes de cineastas que, antes de se dedicarem à direção, tiveram uma carreira de sucesso em frente às câmeras. Estarão em cartaz as obras “O Palhaço”, de Selton Mello, “Assalto ao Banco Central”, de Marcos Paulo, “Onde está a felicidade?”, de Carlos Alberto Riccelli e “A festa da menina morta”, de Matheus Nachtergaele.

Já em São Gonçalo, dois filmes autorais dirigidos por novos cineastas brasileiros compõem a programação audiovisual do Sesc RJ no mês de abril. Serão exibidos os filmes “Trabalhar cansa”, de Juliana Rojas e Marco Dutra, e “A alegria”, de Marina Méliande e Felipe Bragança. A entrada é franca.

Em 2018, a programação audiovisual do Sesc RJ investe na difusão do cinema nacional com a exibição de filmes que fazem parte da Coleção Cinema Brasileiro Contemporâneo, editada pela Ancine. Para o primeiro semestre, serão seis recortes curatoriais, que agrupam os filmes por afinidades estéticas ou temáticas que apresentam ao público um panorama diversificado da produção cinematográfica nacional.

 

Filmes:

Onde está a felicidade?

Dir. Carlos Alberto Riccelli | 110’ | 2011 | 12 ANOS | FIC

atores que viraram diretores

Teodora (Bruna Lombadi) descobre que seu marido (Bruno Garcia) estava mantendo uma relação virtual e entra em crise, o que resulta na perda de seu trabalho como apresentadora de um programa culinário. Desiludida, resolve cair na estrada e parte para uma viagem de autoconhecimento, percorrendo o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. Junto com seu antigo diretor e uma nova amiga, Teodora vive uma divertida aventura, enquanto Nando bola um plano para reconquistar seu grande amor. Será que eles conseguem ficar juntos novamente?

A festa da menina morta

Dir. Matheus Nachtergaele | 115’ | 2009 | 18 ANOS | FIC

atores que viraram diretores

Há 20 anos uma pequena população ribeirinha do alto Amazonas comemora a Festa da Menina Morta. O evento celebra o milagre realizado por Santinho, que após o suicídio da mãe recebeu em suas mãos, da boca de um cachorro, os trapos do vestido de uma menina desaparecida. A menina jamais foi encontrada, mas o tecido rasgado e manchado de sangue passa a ser adorado e considerado sagrado. A festa cresceu indiferente à dor do irmão da menina morta, Tadeu. A cada ano as pessoas visitam o local para rezar, pedir e aguardar as “revelações” da menina, que através de Santinho se manifestam no ápice da cerimônia.

O Palhaço

Dir. Selton Mello | 88’ | 2011 | 10 ANOS | FIC

atores que viraram diretores

Benjamim (Selton Mello) trabalha no Circo Esperança junto com seu pai Valdemar (Paulo José). Juntos, eles formam a dupla de palhaços Pangaré & Puro Sangue e fazem a alegria da plateia. Mas a vida anda sem graça para Benjamin, que passa por uma crise existencial e assim, volta e meia, pensa em abandonar Lola (Giselle Mota), a mulher que cospe fogo, os irmãos Lorotta (Álamo Facó e Hossen Minussi), Dona Zaira (Teuda Bara) e o resto dos amigos da trupe. Seu pai e amigos lamentam o que está acontecendo com o companheiro, mas entendem que ele precisa encontrar seu caminho por conta própria.

Assalto ao banco central

Dir. Marcos Paulo | 104’ | 2011 | 14 ANOS | FIC

atores que viraram diretores

Barão (Milhem Cortaz) teve a grande ideia de ganhar muito dinheiro em pouco tempo ao cometer o crime perfeito, sem violência. Para tanto basta arrumar as pessoas certas, dispostas a receber R$ 2 milhões, botar o plano em prática e executar a façanha. Após cerca de três meses de operação, R$ 164,7 milhões foram roubados do Banco Central, em Fortaleza, no Ceará. Sem dar um único tiro, sem disparar um alarme, os bandidos entraram e saíram por um túnel de 84 metros cavado sob o cofre, carregando três toneladas de dinheiro. Foi o segundo maior assalto a banco do mundo.

 

Trabalhar cansa

Dir. Juliana Rojas e Marco Dutra | 99’ | 2011 | 12 ANOS | FIC

atores que viraram diretores

Helena (Helena Albergaria) é uma dona de casa que resolve abrir um minimercado. Tudo vai bem até Otávio (Marat Descartes), seu marido, perder o emprego. A partir de então estranhos acontecimentos tomam conta do local, afetando o relacionamento do casal com a empregada doméstica.

A alegria

Dir. Marina Méliande e Felipe Bragança | 106’ | 2008 | LIVRE  | FIC

atores que viraram diretores

Luíza (Tainá Medina) é uma garota de 16 anos que vive com a mãe (Mariana Lima). Um dia seu primo João (Junior Moura) é baleado em Queimados, cidade da Baixada Fluminense, e desaparece. Todos acham que João foi morto, menos Luíza, que recebeu uma visita dele logo após o ocorrido. A mãe de Luíza resolve ficar em Queimados com a irmã (Maria Gladys), deixando a garota sozinha no apartamento do Rio de Janeiro. João visita a prima e fica no local para se recuperar, sendo cuidado por Luíza e seus amigos.

 

Programação completa:

 

ATORES QUE VIRARAM DIRETORES

SESC NITEROI

 

05/04. 16h – Onde está a Felicidade.

12/04. 16h – A Festa da Menina Morta.

19/04. 16h – O Palhaço.

26/04. 16h – Assalto ao Banco Central.

 

NOVÍSSIMO CINEMA AUTORAL

Sesc São Gonçalo

11/04. 16h –  Trabalhar Cansa

18/04. 16h –   A Alegria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.